Você está em:
IMPRIMIR

Bloco de oposição apresenta dados oficiais que desmascaram falso diagnóstico do governo do PT

16 de abril de 2015

coletiva

Bloco de oposição apresenta dados oficiais que desmascaram falso diagnóstico do governo do PT
A assessoria técnica do bloco de oposição Verdade e Coerência da Assembleia Legislativa de Minas Gerais apresentou, nesta quinta-feira (16/4), os erros e mentiras do diagnóstico do Governo de Minas elaborado pela administração do PT.

Durante reunião com parlamentares e imprensa, foram apresentados números e dados oficiais que desmascaram a má-fé e a incoerência do PT. Ao contrário do diagnóstico do governo, uma peça publicitária que não aponta as fontes dos dados, as informações apresentadas hoje pelos deputados são todas com fontes oficiais, muitas delas do governo federal.

O Orçamento do Estado foi o primeiro equívoco a ser desmascarado. O governador Fernando Pimentel adiou a votação do Orçamento e Minas começou os três primeiros meses operando no regime de duodécimos, podendo gastar apenas 80% de 1/12 da despesa de custeio por mês, não fazendo qualquer despesa. Isso porque o governo do PT precisou inventar uma desculpa para fazer o que estados e governo federal estão fazendo: reajuste orçamentário diante da crise econômica do país. Conforme noticiado pela imprensa, o governo federal, por exemplo, prevê corte de R$ 80 bilhões no Orçamento e o governo do Rio de Janeiro fala em redução de R$ 13,5 bilhões.

Ao enviar o Orçamento em setembro do ano passado para a ALMG, o projeto de lei orçamentária de Minas previa crescimento nos mesmos índices e indicadores utilizados pelo governo federal, crescimento de 3% no PIB e 5% de inflação.

Contas equilibradas

O governo de Fernando Pimentel mentiu ao falar sobre déficit nas contas do Estado. Minas foi um dos poucos estados a fechar no azul, conforme dados do Tesouro e do IBGE. Além dos números oficiais do governo federal, uma das principais agências de classificação de risco também desmente Pimentel. A Standard & Poor’s, agência que mede as contas e a credibilidade financeira de países e estados, manteve o rating de Minas por considerar como “forte” o desempenho orçamentário do Estado nos últimos anos.

Além disso, o Sindifisco denunciou recentemente que o governo escondeu no atual orçamento aumento de R$ 1,54 bi na arrecadação do estado do ICMS da energia.

Segurança

violênciaMG - Copia

O diagnóstico do PT mente ao divulgar que os dados do Mapa da Violência mostram que entre 2002 e 2012 o número de homicídios no Estado aumentou. Ao contrário do que foi dito, sequer há um mapa que mostra dados até 2012. O último Mapa da Violência foi publicado em 2012, referente às estatísticas de criminalidade até 2010, classificadas como de alta qualidade e confiáveis pelo Ministério da Justiça e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

E o Mapa da Violência oficial revela que Minas tem a 4ª menor (menor) taxa de homicídios (em número de vítimas), a partir do indicador de homicídios por 100 mil habitantes. Em 2002, o Estado ocupava a 7ª posição no ranking nacional. E o PT esconde ainda que, entre 2003 e 2013, houve uma redução de 21,5% na taxa de crimes violentos e de 21,7% na taxa de crimes contra o patrimônio no Estado.

Ao falar sobre a situação dos presídios, o PT omite que, nos últimos 12 anos, o Governo de Minas ampliou em 498% o número de vagas no sistema prisional. Em 2002, havia 5.493 vagas e, até o final de 2014, eram 32.160. E o número de unidades prisionais teve um crescimento de 735%, passando de 17, em 2003, para 142, no ano passado.

Educação

Ao apresentar o diagnóstico do Governo de Minas, o PT ignora os índices nacionais da Educação, divulgados pelo governo federal que é governado pelo mesmo partido. Mente ao dizer que Minas está entre os melhores estados no ensino fundamental, de responsabilidade de municípios e Estado, e é reprovado no ensino médio, gerido pelo governo estadual. Desta forma, o PT tenta confundir a população e esconde os dados oficiais.

Minas é o primeiro estado no ranking do Ideb para o Ensino Fundamental, tanto nos anos iniciais quanto nos finais, isso quando se considera tanto a rede total de ensino quanto apenas as redes estaduais. Ao contrário do que afirma o PT, o Estado tem uma participação muito grande no Ensino Fundamental. Nos anos finais, por exemplo, a rede estadual de ensino concentra 62,5% do total de alunos. A rede pública estadual isolada tem sempre resultados superiores à rede pública total (estadual + municipal).

E no ensino médio, também de acordo com o governo federal, Minas ocupa a 4ª melhor posição, com o 3º melhor resultado no Brasil (dois estados, Rio Grande do Sul e São Paulo, estão empatados na 2ª colocação).

Saúde

leitos hospitalares - Copia

Não existe rombo na saúde. Este valor diz respeito a recursos passados em restos a pagar na função Saúde. É normal que parte dos recursos empenhados em determinado ano fique para pagamento no ano seguinte. Isso ocorre em virtude do processo normal de execução da despesa, que passa pelo empenho e liquidação até chegar ao pagamento. Exemplo disso é o próprio governo federal, que tem um total de R$ 12.711.535.000,00 em restos a pagar na saúde.

E quem paralisou as obras dos hospitais regionais foi o governo do PT, em 2015, em virtude da demora na aprovação da Lei de Orçamento Anual, conforme informações do próprio governo.

Ao contrário do que o governo do PT diz, nos últimos 12 anos houve sim uma grande preocupação com a demanda por hospitais regionais. Além do hospital de Uberlândia, já entregue, foram iniciadas oito obras e três hospitais (Montes Claros, Novo Cruzeiro e Nanuque) já estavam, no final de 2014, em fase de projeto arquitetônico, necessária para que se possa iniciar qualquer obra. E o número de leitos públicos para cada 1.000 habitantes subiu 27% entre 2002 e 2012.

Na reunião com a imprensa, além de mostrar os verdadeiros dados sobre economia, saúde, educação e segurança, os deputados apontam também todas as mentiras do PT nas demais áreas como cultura, desenvolvimento social, gestão e obras e meio ambiente, entre outras.

Clique aqui e faça download da apresentação completa do Bloco de Oposição Verdade e Coerência com os dados verdadeiros e oficiais do Estado

Link: http://bit.ly/1Hb3K7D