videos
Você está em:
IMPRIMIR

Aécio e prefeitos se reúnem para traçar plano de desenvolvimento para os municípios mineiros

17 de maio de 2017

aecio-encontro-prefeitos0

 

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) se reuniu nesta terça-feira (16/05), em Brasilia, com cerca de 40 prefeitos de municípios mineiros para discutir ações que possam ser adotadas para alavancar o desenvolvimento e a geração de empregos no Estado.

Durante o encontro, realizado na Liderança do PSDB no Senado, Aécio destacou que estuda junto com o governo federal a realização de investimentos em saúde, infraestrutura e mobilidade urbana.

“Recebi com muita alegria hoje no Senado a visita de inúmeros prefeitos de Minas Gerais, do PSDB e de vários partidos aliados, e nós vamos construir juntos uma agenda de investimentos em Minas Gerais e uma agenda de reformas para o Brasil”, destacou Aécio Neves.

Durante a reunião, o senador e ex-governador recebeu demandas e ouviu dos prefeitos relatos de discriminação por parte do governo do PT em Minas, que tem privilegiado a distribuição de recursos para municípios comandados por partidos aliados.

“Lamentavelmente tem havido uma discriminação inaceitável em relação a vários municípios de Minas Gerais. O Estado perdeu as condições de investimentos necessárias de suprir minimamente a carência da população desses municípios e é hora de nós nos organizarmos para que, com o governo federal, com o nosso apoio, possa voltar fazer os investimentos que deixaram de ocorrer em Minas desde o fim dos governos do PSDB”, criticou Aécio Neves.

Retrocesso

Aécio Neves também criticou o atual governo mineiro por retrocessos nas áreas da gestão pública, educação, saúde e infraestrutura.

“Lamentavelmente Minas hoje está no final da fila e temos que retomar o nosso papel de inovadores, papel de um Estado que orienta ações em relação a outras partes do país. Vamos fazer isso apoiando os municípios e o meu compromisso é estar cada vez mais presente e mais próximo dos municípios de Minas Gerais”, destacou.

ISS cartões de crédito

O senador anunciou aos prefeitos que o governo federal estuda uma alternativa para compensar os municípios pelos prejuízos causados com o veto de trecho da lei nº 157 de 2016, que permitia que o dinheiro arrecadado com o ISS (Imposto sobre Serviços) das transações de cartões de crédito permanecessem nos cofres municipais – hoje os recursos são destinados à cidade de origem da empresa do cartão.

Dívida dos municípios

Antes da reunião com os prefeitos mineiros, o senador participou de encontro no Palácio do Planalto com o presidente Temer e líderes do PSDB e PMDB. Em entrevista à imprensa, ele defendeu a Medida Provisória (MP) editada pelo governo federal que permite a renegociação de dívidas dos municípios com o INSS.

“A situação das prefeituras é quase de inadimplência de grande parte delas. De insolvência mesmo, em razão da herança do governo passado que esfacelou a Federação do país. Os municípios estão buscando um socorro, nós somos solidários a esse socorro”, declarou o senador Aécio Neves.

O senador condenou, no entanto, a Medida Provisória 766 que cria programa de refinanciamento (Refis) de dívidas de empresas junto à União, alterada pelas diversas mudanças feitas na Câmara dos Deputados. Aécio disse que o PSDB não concorda com o novo texto.

“Não concordamos de forma alguma com o texto final da Medida Provisória do chamado Refis. Acho que aí caberá ao presidente da República de forma muito clara dizer que ali forma cometidos excessos que precisam ser corrigidos e, acho, serão corrigidos pelo governo federal”, afirmou.

Assista a trecho da coletiva do senador quando ele defende a Medida Provisória de socorro aos municípios