Você está em:
IMPRIMIR

Aécio defende atenção às fronteiras terrestres para combater crimes

10 de abril de 2019

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara recebeu nesta quarta-feira (10) o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo, para tratar das prioridades e perspectivas da pasta em 2019. Durante a reunião, o deputado Aécio Neves chamou atenção para a questão das fronteiras do país.

O tucano alerta para o perigo do tráfico de armas e drogas pelos mais de 16 mil quilômetros de fronteiras terrestres. A raiz de crimes graves, como homicídios, está ligada à entrada desses produtos no país. O Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron) atende cerca de 4% das áreas de fronteira e precisa ser atualizado, defende Aécio.

INÍCIO DO MINISTÉRIO
O deputado destacou ainda a fase de criação do ministério, no governo Fernando Henrique Cardoso.

O parlamentar era líder do governo na Câmara e participou das discussões que antecederam a abertura da pasta. Aécio lembra que havia dúvidas sobre a reação de setores das Forças Armadas com a decisão. “Naquela época, nossa democracia era uma adolescente de 14 anos de idade”, afirmou.

Quando presidia a Câmara, o tucano participou da implementação do ministério e da interlocução com inúmeros oficiais. “Conheci ali o inquestionável espírito democrático das nossas Forças Armadas e isso foi essencial”, acrescentou.

Fonte: PSDB na Câmara