Domingos Sávio destaca criação da associação de países produtores de café

30 de abril de 2016

A pedido do deputado Domingos Sávio (MG), a Comissão de Agricultura da Câmara promoverá audiência pública para debater a criação da associação mundial dos países produtores de café. O Brasil é o líder mundial do ranking na produção de café, setor responsável pela geração de milhões de empregos e um dos principais produtos da balança comercial do país.

Segundo o deputado, estamos vivendo uma realidade cruel em que os produtores têm sido desestimulados a continuar na área. Muitos são obrigados a abandonar esta atividade tão importante para a economia.

“A associação será um instrumento de política comercial e de integração dos interesses dos países cafeicultores para elaborar e implementar ações concretas de formação de estoques reguladores e de políticas de estímulos ao aumento do consumo mundial em benefício de todos”, ressalta o parlamentar.

Domingos Sávio destaca que os países produtores têm pouco ou nenhum peso no processo de discussão das questões de interesse da área, especialmente o que é vital: o preço do café. O valor acaba sendo decidido na bolsa de valores de outros países, por compradores que não chegam a produzir um grão de café. Hoje, existem organizações mundiais de cafeicultores, mas são lideradas por indústrias e exportadores, em vez de agricultores.

“Acabamos de testemunhar uma ação absurda de natureza especulativa promovida por um Banco Europeu, sediado em um país que não produz sequer um grão de café, com graves repercussões negativas para os países produtores de café” enfatiza o tucano, sobre pesquisa realizada e divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).

O estudo afirma que a safra de café no Brasil terá uma forte queda este ano, caindo para 49 milhões de sacas, o que naturalmente poderia ajudar a melhorar um pouco o preço para o produtor. Na mesma semana o banco europeu Rabobank anunciou a previsão de uma safra no Brasil de mais de 57,6 milhões de sacas, sem indicar como chegou a estes números.