Reunidos na Convenção Nacional, tucanos elegem Bruno Araújo para a presidência do PSDB

30 de abril de 2016

A Convenção Nacional do PSDB reuniu nesta sexta-feira (31) as bancadas do partido na Câmara e no Senado, governadores, prefeitos, vereadores e militantes de todo o país em uma grande festa em Brasília. Tucanos e tucanas elegeram o pernambucano Bruno Araújo como o novo presidente do PSDB. O ex-deputado federal substitui Geraldo Alckmin no cargo.

Bruno Araújo afirmou que chega com a missão de “derrubar muros”. Segundo ele, é hora de assumir compromissos firmes. Nas próximas semanas, o partido vai decidir, de forma democrática, o fechamento de questão pela reforma da Previdência entre deputados e senadores. “O PSDB vai entregar o relatório da Previdência com um dos mais preparados parlamentares brasileiros, o relator Samuel Moreira”, ressaltou.

O novo presidente declarou ter orgulho pela história do partido, da tomada de decisão e coragem em momentos marcantes do país. “Vamos nos afastar de hesitações, vamos derrubar esse muro. Não há chances de acertar sem coragem, e o PSDB tem muita coragem”, completou.

Participaram do evento os governadores Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), João Doria (São Paulo) e Reinaldo Azambuja (Mato Grosso do Sul). Os prefeitos Nelson Marchezan Junior (Porto Alegre), Arthur Virgílio Neto (Manaus), Firmino Filho (Teresina), Cinthia Ribeiro (Palmas) também prestigiaram o encontro.

A reforma da Previdência, em debate na Câmara, foi destacada pelo deputado Daniel Trzeciak (RS). “O PSDB está dando a sua contribuição e vai fazer os ajustes necessários ao texto da reforma. Ninguém mais discute a importância dessa proposta. A bancada está convicta do seu papel”, reforçou.

A Convenção Nacional 2019 é mais um momento para entrar na história do partido, afirmou o deputado Celso Sabino (PA). Na avaliação do tucano, o Brasil precisa de políticos que levem os debates com seriedade e responsabilidade, como faz a bancada do PSDB na Câmara. “Sempre teremos responsabilidade com a nação brasileira”, discursou.

Para o presidente do PSDB-MG, deputado federal Paulo Abi-Ackel, a Convenção Nacional revela a força do PSDB e a renovação do partido, que é o primeiro passo para uma caminhada vitoriosa rumo às próximas eleições municipais em 2020 e gerais em 2022.

Por sua vez, o deputado Pedro Cunha Lima (PB), que assume o comando do Instituto Teotônio Vilela, destacou o trabalho dos segmentos do partido, como PSDB Mulher, Juventude, Tucanafro e Diversidade Tucana.