Tucanafro inicia hoje simpósio “O negro pensa o Brasil”

30 de abril de 2016

Tucanafro, o mais novo núcleo temático do PSDB, inicia hoje (22/08), em Belo Horizonte (MG), o 1º Simpósio Nacional da Militância Negra do partido.

Com o tema “O negro pensa o Brasil”, o Tucanafro reunirá, até sábado (24/08), representantes de 27 estados para debater políticas públicas inclusivas voltadas para a população negra no país.

A abertura do simpósio acontece, às 18h30, no Teatro Gustavo Capanema, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (Rua Rodrigues Caldas, 30 – Santo Agostinho), com a palestra “A representatividade do Negro nos espaços de poder”, da desembargadora baiana Luislinda Valois.

Na sexta-feira, as palestras serão realizadas no auditório Pimenta da Veiga, na sede do PSDB-MG (Rua Ouro Preto, 846). O simpósio encerra na manhã de sábado com a elaboração da Carta Aberta de Belo Horizonte.

Entre os temas a serem discutidos estão o direito das comunidades africanas; as cotas raciais e o mercado de trabalho para os negros; a realidade para vilas e favelas; a promoção da igualdade racial; redes sociais; e as manifestações de rua no país.

Momento histórico

Representantes de vários estados reuniram-se na sede do PSDB-MG, nessa quarta-feira, para finalizar os últimos preparativos para o simpósio.

Um dos membros da comissão organizadora do evento, a presidente do Tucanafro do Rio Grande do Sul, Gabriela Cruz, afirmou que o PSDB vive um momento histórico.

“É um momento histórico do PSDB onde a gente vai discutir políticas públicas, temáticas para a população negra do Brasil. É um momento de escutar a voz dos negros de todos os estados, vendo o que as pessoas têm para contribuir. Vamos colocar em pauta as nossas prioridades e vamos nos legitimar”, disse.

O presidente do Tucanafro de Alagoas, Allex Sander Porfírio, destacou a preocupação do PSDB em promover a igualdade racial no Brasil e acabar com o racismo.

“Queremos promover a igualdade racial no Brasil e o simpósio é fundamental para o amadurecimento das relações sociais no país. Estamos atentos às vozes das mulheres negras, quilombolas, religiosos de matrizes africanas, juventude, capoeiras, sambistas, literários e todas as pessoas que comprometem seu dia a dia contra o racismo. Assim, teremos um Brasil melhor para viver”, afirmou.

Secretariado nacional

O presidente do Tucanafro de São Paulo, Fernando Mestre Sala, estado onde o núcleo da militância negra foi criado há dez anos, destacou a importância que a Executiva Nacional tem dado às demandas da população negra.

“A expectativa para esse seminário é muito boa pela transparência e a forma inclusiva como a coordenação nacional tem tratado as nossas questões e tem trabalhado pela ampliação do Tucanafro. Esperamos que todas as lideranças saiam daqui com um pensamento único, para que a gente possa crescer ainda mais”, disse.

O Tucanafro já está implantado em 15 estados brasileiros e, segundo o coordenador-geral do Núcleo da Militância Negra do PSDB de Minas Gerais, Juvenal Araújo, até o final do ano, deverá alcançar todo o território nacional. Em novembro, será realizado o Congresso Nacional da Militância Negra do PSDB, quando será criado oficialmente o Tucanafro nacional.

“Vamos estabelecer as diretrizes para o PSDB conduzir as políticas públicas ligadas aos negros. Através dessas diretrizes, pretendemos multiplicar as ações em todos os estados”, completou.


Confira a programação do simpósio “O negro pensa o Brasil”


DIA 22 AGOSTO – QUINTA FEIRA

18h30 – Abertura – Teatro Gustavo Capanema (ALMG)

Palestra: A representatividade do Negro nos espaços de poder –

Desembargadora Luislinda Valois


DIA 23 AGOSTO – SEXTA FEIRA

8 horas – História do Negro

Expositor: Reinaldo Pimentel – Doutorando e Mestre em Direito Público – Internacional e Direitos Humanos Pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

8h30 – O Estado Laico e o direito das comunidades tradicionais de matriz africana –Expositora: Desembargadora Luislinda Valois

9 horas – As mobilizações de rua e os partidos políticos

Expositor: Eduardo Sol – Doutor em Ciências (Geografia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Especialista em Política e Defesa pela Universidade Federal Fluminense.

9h30 – O negro no mercado de trabalho após as cotas raciais

Expositor: Eduardo Sol

15h30 – Políticas Públicas para vilas e favelas – a experiência de Minas

Expositor: Cris do Morro – Músico e um dos idealizadores do programa Vozes do Morro

16 horas – Implantação do sistema FEED de políticas de redes sociais no Tucanafro Nacional

Expositor: Gustavo Dias – membro da Juventude do PSDB-MG

16h30 – O Brasil na Copa das Manifestações

Expositor: Ronaldo Antônio Pereira da Silva – Presidente do Conselho Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Graduado em Geografia e História pela Universidade Monsenhor Messias Sete Lagoas Minas Gerais

17 horas – Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial

Expositor: Clever Alves Machado – Coordenador Estadual de Políticas Pró-Igualdade Racial. Graduado em pedagogia, pós-graduado em direitos humano.

18 horas – Planejamento estratégico, padronização, política básica

Expositor: Judite dos Prazeres – Presidente do Instituto Negros por Excelência. Graduada em Serviço Social pela PUC-Minas, pós-graduada em Gestão Sistêmica pela Fundação Douglas Andriani e pós-graduada e Gestão Pública pela Fundação João Pinheiro.


DIA 24 AGOSTO – SÁBADO

8 horas – Elaboração da Carta Aberta de Belo Horizonte sobre o simpósio

 

Mais informações:

Juvenal Araújo – (31) 2125-4552/9565-1919 (33) 8813-4686/9129-1588