Entrevista do senador Aécio Neves – Encontro de prefeitos – BH

30 de abril de 2016

[audio:http://psdb-mg.org.br/sitenovo/wp-content/uploads/2012/12/10-12-12-Entrevista-Aecio-Neves-Encontro-de-prefeitos.mp3|titles=10-12-12 – Entrevista Aécio Neves – Encontro de prefeitos]

Download aqui

Assuntos: reunião de trabalho de prefeitos eleitos com o governador Antonio Anastasia


(SEM REVISÃO)

Temos em Minas, o governador Anastasia e eu, o privilégio de receber alguns dos mais importantes prefeitos eleitos nesse último pleito, que têm um perfil em comum. Todos eles acreditam na gestão eficiente, todos querem conhecer experiências exitosas. Existem várias pelo Brasil. E temos aqui as nossas. Então, é com uma alegria que estamos dividindo essas nossas experiências e, quem sabe, estimulando esses companheiros a, cada vez mais, investirem em gestão de qualidade. A administração pública nada mais é que copiar as boas experiências, adaptá-las à sua realidade e dar dinâmica própria a elas, o que vamos fazer aqui hoje é apresentar alguns desses caminhos que enfrentamos desde 2003 e que tiraram Minas Gerais de uma situação caótica, talvez com a pior equação fiscal do Brasil, para nos transformarmos em Estado líder no Ideb do ensino fundamental, com a melhor saúde da região Sudeste, segundo o Ministério da Saúde e um dos estados que mais crescem no Brasil, que mais avançam em seus indicadores sociais.

Esse know-how é o mesmo que o senhor defende, o PSDB também, não só como o senhor pré-candidato à Presidência da República, ou também o candidato do PSDB?

Não estamos tratando de candidatura. Na verdade, são companheiros com os quais convivi ao longo dessas eleições. Todos eles que estão aqui me receberam em suas campanhas e ouvi nos seus discursos, em suas plataformas, em seus projetos, esse mesmo sentimento. Na verdade, me animou muito. Não estamos preocupados apenas em trazer aqui prefeitos do meu partido, existem prefeitos de outros partidos. Mas todos têm em comum essa preocupação clara com a gestão eficiente e transparente, acho que é isso que o Brasil precisa. Acho que daqui sai um sinal inclusive para os outros quase 5.500 prefeitos do Brasil de que esse é o caminho. O caminho da gestão eficiente para melhorar os indicadores sociais, que é o que todos nós queremos. Acho que aqui vai sair, talvez, uma sinalização nova e necessária para o Brasil. Menos demagogia, mais seriedade e mais gestão.

Em relação à FPM que acaba tendo queda por causa das insenções de IPI, os municípios acabam arcando com muitas obrigações da União e até do Estado. Isso chegou a ser tratado?

Vamos conversar sobre isso. Na verdade a reunião vai começar agora, mas essa é uma questão que preocupa a todos. Estamos assistindo à hipertrofia do estado nacional em prejuízo, em detrimento dos municípios e dos estados, que cada vez recebem mais atribuições e menos recursos. Toda vez que o governo federal faz alguma bondade para algum setor organizado da economia, como isenção de IPI e de imposto de renda, uma parte importante dessa conta é paga pelos municípios e pelos estados brasileiros. E é uma oportunidade também, já que estamos aqui com prefeitos de várias capitais e de cidades extremamente importantes, é importante que ele construa entre si também, uma articulação em defesa da federação. Estamos caminhando a passos largos no Brasil para vivermos em um estado unitário, e isso não interessa a ninguém.

Fonte: Assessoria de Imprensa do senador Aécio Neves